in

Busca de crédito para educação cresce mais de 24% em um ano, revela estudo

O começo do segundo semestre é um dos períodos de matrículas e rematrículas em instituições de ensino. Com a volta das aulas presenciais em muitos lugares, parece que a movimento tem influenciado a busca de crédito para a educação. Segundo um levantamento da Lendico – fintech de empréstimos pessoais online –, a procura por crédito para financiar os estudos aumentou 24% em julho de 2021 na comparação com o mesmo período do ano passado.  

Apesar do crescimento, os pedidos de empréstimos para educação ainda não estão entre as motivações mais apontadas na pesquisa de julho de 2021. A maioria dos solicitantes indicou que usarão os créditos para empreender (36%) e para o pagamento de dívidas (32%).

Em paralelo a criação de novos negócios, que representam 21,5% dos pedidos de empréstimo para empreender, o estudo ainda destacou que mais de 14% dos solicitantes o fizeram para investir em empresas já existentes.

O levantamento também mostrou que mais de 11% dos clientes ouvidos devem destinar o crédito extra para a compra de mobílias, reformas e até mesmo compra de imóvel.

What do you think?

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos. Agora, ele resolveu entrar pelo mundo das finanças, especialmente as pessoais!

TransUnion lança solução de análise de crédito “democrática” para PMEs

Confira seis etapas para PMEs estarem em compliance com LGPD