NegóciosEm menos de dois anos de atuação, 7Stars Ventures duplica número de...

Em menos de dois anos de atuação, 7Stars Ventures duplica número de investimento em startups e já tem volume transacional de R$ 200 mi por mês

A holding, formada pelos empreendedores serial Daniel Abbud e Gustavo Almeida, e também por Thamila Zaher e Eduardo Mucci, acionistas do Grupo SEB Educacional, pretende investir em mais duas startups e aumentar amplitude de atuação abrindo fundos FIDC e FIP até o final do ano

Se o ano de 2020 foi muito bom para as Startups, 2021 está demonstrando ser ainda melhor. Isso porque, de acordo com o estudo Inside Ventures Capital, do Distrito, o setor já movimentou mais de US$5,2 bilhões de investimento no primeiro semestre, 45% a mais do que todo ano passado. Foram 339 rodadas de investimento nos primeiros seis meses do ano, entre elas estão as startups Alfred, Laundry, Take and Go e Cloudmed, que encontraram na 7Stars Ventures não só o recurso financeiro necessário, mas também o conhecimento de modelagem, estrutura de capital e gestão necessário para o amadurecimento e crescimento do negócio. 

“Encaramos os negócios como uma missão de vida, é mais profundo que só investimento financeiro”, explica Daniel Abbud, co-fundador que utiliza na gestão da holding toda expertise que acumulou no desenvolvimento de outras grandes empresas como a BeBlüe, fintech de cashback que foi comprada pelo grupo Omni em 2019, da Dryve, ecossistema que presta todos os serviços automotivos e da Quero2, site de compras coletivas que esteve entre os seis maiores do segmento no Brasil e foi vendido em 2013 e hoje já faz parte do grupo como uma plataforma de pagamentos. “Esse é nosso diferencial. Entendemos o que é estar nos dois lados da mesa. Trabalhamos com negócios inovadores e de base tecnológica, mas no relacionamento humano atuamos de forma antiga, com base na confiança”, comenta o executivo que tem como parceiros e sócios Eduardo Mucci, Gustavo Almeida e Thamila Zaher, também diretora do Grupo SEB, um dos maiores com foco em educação no Brasil. 

A holding que completou um ano em março deste ano já aportou -valor e conhecimento- em 12 startups, tais como Dryve, Take and Go, Alfred, Laundry., Quero2Pay, Cloudmed e BIODOC, que juntas geraram um volume transacional de R$ 200 milhões por mês. “A meta é aportar capital e know how em mais duas startups até o final do ano e aumentar nossa amplitude de atuação no segmento, abrindo fundos FIDC e FIP até o final do ano”, finaliza. 

Inscreva-se hoje

RECEBA APENAS CONTEÚDO SEM SPAM!

INFORMAÇÕES CLARAS E VERIFICADAS

SAIBA TUDO ANTES DE TODOS

FIQUE POR DENTRO EM TEMPO REAL

Receba apenas o que é necessário! Não enviaremos spam!

Conteúdo Exclusivo

- Advertisement -

Últimos artigos

Mais artigos

- Advertisement -
Change privacy settings